sábado, 18 de fevereiro de 2017

COMPOSIÇÃO 11

NO REVERSO DO VERSO

O amanhecer anoitece
O são adoece...
Nos hospitais nevrálgicos
Nos temporais geriátricos

Nos seres antipáticos
Nos dizeres sarcásticos

É isso a que me presto
Derrubar barreiras
Derrubar besteiras
No reverso do verso
Verso incompleto
           (Refrão)

Versar sobre qualquer coisa
Normal ou anormal
Humana ou animal
Escrita na Lousa




Ensinada a ferro e fogo
Destilada nos engenhos da audácia
Aulas sem perspicácia
Punição em dobro
Percalços do malogro

Nos pormenores diplomáticos
Nos arredores erráticos

É isso a que me presto
Derrubar barreiras
Derrubar besteiras
No reverso do verso
Verso incompleto
           (Refrão)

Vilarejos desertos
Lacrimejos tão certos
Percevejos já pertos
Festejos modestos

Homem pouco nobre
Que maldades encobre
Com coberturas encobertas
Com loucuras descobertas

Nos caminhos dogmáticos
Nos espinhos esporádicos

É isso a que me presto
Derrubar barreiras
Derrubar besteiras
No reverso do verso
Verso incompleto
           (Refrão)

O amanhecer anoitece
O são adoece...
Nos hospitais nevrálgicos
Nos temporais geriátricos

Nos seres antipáticos
Nos dizeres sarcásticos

É isso a que me presto
Derrubar barreiras
Derrubar besteiras
No reverso do verso
Verso incompleto
           (Refrão)


Versar sobre qualquer coisa
Normal ou anormal
Humana ou animal
Escrita na Lousa

Ensinada a ferro e fogo
Destilada nos engenhos da audácia
Aulas sem perspicácia
Punição em dobro
Percalços do malogro

Nos pormenores diplomáticos
Nos arredores erráticos

É isso a que me presto
Derrubar barreiras
Derrubar besteiras
No reverso do verso
Verso incompleto
           (Refrão)


Vilarejos desertos
Lacrimejos tão certos
Percevejos já pertos
Festejos modestos

Homem pouco nobre
Que maldades encobre
Com coberturas encobertas
Com loucuras descobertas

Nos caminhos dogmáticos
Nos espinhos esporádicos

É isso a que me presto
Derrubar barreiras
Derrubar besteiras
No reverso do verso
Verso incompleto
           (Refrão)

Incompletude
Magnitude
Eu sou... eu sou... eu sou... a saúde
Eu sou... eu sou... eu sou... a saúde
                      .
                      .
                      .
            (Refrão final)

Nenhum comentário:

Postar um comentário