sexta-feira, 12 de maio de 2017

COMPOSIÇÃO 17



BENEFÍCIO

No limiar propício
Interrompe-se um sacrifício
Arquiteta-se uma arte, um artifício
E experimenta-se um benefício
Bene, bene... benefício

No limiar de um beijo
Acende o desejo
Arquiteta-se uma arte, um artifício
E experimenta-se um benefício
Bene, bene... benefício

No limiar de um querer
Depara-se com um sofrer
Mas depois experimenta-se um prazer
E experimenta-se um crescer
Cres, cres... crescer

No limiar de um esforço
Faz-se tudo com alvoroço
Arquiteta-se uma arte, um artifício
E experimenta-se um benefício
Bene, bene... benefício

No limiar de um amor
Arrebenta-se um clamor
Arquiteta-se uma arte, um artifício
E experimenta-se um benefício
Bene, bene... benefício

No limiar de um engano
Rasga-se o pano
Arquiteta-se uma arte, um artifício
E experimenta-se um benefício
Bene, bene... benefício
Com cara de armistício
Armis, armis... armistício

No limiar de uma prece
Uma bênção carece
Arquiteta-se uma arte, um artifício
E experimenta-se um benefício
Bene, bene... benefício

No limiar de um regozijo
A Deus me dirijo
Arquiteta-se uma arte, um artifício
E experimenta-se um benefício
Bene, bene... benefício

No limiar de uma canção
Uma profunda devoção
Arquiteta-se uma arte, um artifício
E experimenta-se um benefício
Bene, bene... benefício

No limiar de um desencontro
Um desviar do centro
Arquiteta-se uma arte, um artifício
E experimenta-se um benefício
Bene, bene... benefício

No limiar da felicidade
O respeito à verdade
Arquiteta-se uma arte, um artifício
E experimenta-se um benefício
Bene, bene... benefício

No limiar propício
Interrompe-se um sacrifício
Arquiteta-se uma arte, um artifício
E experimenta-se um benefício
Bene, bene... benefício

 No limiar de um beijo
Acende o desejo
Arquiteta-se uma arte, um artifício
E experimenta-se um benefício
Bene, bene... benefício

No limiar de um querer
Depara-se com um sofrer
Mas depois experimenta-se um prazer
E experimenta-se um crescer
Cres, cres... crescer

No limiar de um esforço
Faz-se tudo com alvoroço
Arquiteta-se uma arte, um artifício
E experimenta-se um benefício
Bene, bene... benefício

No limiar de um amor
Arrebenta-se um clamor
Arquiteta-se uma arte, um artifício
E experimenta-se um benefício
Bene, bene... benefício

 No limiar de um engano
Rasga-se o pano
Arquiteta-se uma arte, um artifício
E experimenta-se um benefício
Bene, bene... benefício
Com cara de armistício
Armis, armis... armistício

No limiar de uma prece
Uma bênção carece
Arquiteta-se uma arte, um artifício
E experimenta-se um benefício
Bene, bene... benefício

No limiar de um regozijo
A Deus me dirijo
Arquiteta-se uma arte, um artifício
E experimenta-se um benefício
Bene, bene... benefício

No limiar de uma canção
Uma profunda devoção
Arquiteta-se uma arte, um artifício
E experimenta-se um benefício
Bene, bene... benefício

No limiar de um desencontro
Um desviar do centro
Arquiteta-se uma arte, um artifício
E experimenta-se um benefício
Bene, bene... benefício

No limiar da felicidade
O respeito à verdade
Arquiteta-se uma arte, um artifício
E experimenta-se um benefício
Bene, bene... benefício
Be, be... bene, bene... benefício

Nenhum comentário:

Postar um comentário