quarta-feira, 26 de abril de 2017

COMPOSIÇÃO 14



CHAMA O MORO

Se os políticos e empresários estão roubando em coro
                           (CHAMA O MORO)
                 Chama o Moro aí, minha gente!

Se um traficante quer te vender um louro                 
Se está em falta o decoro
   (CHAMA O MORO)
Chama o Moro, o descontente!

Se não quer agarrar pelos chifres um touro               
Se quer por um bacana no xadrez, não perca a vez
                      (CHAMA O MORO)
                Chama o Moro, de repente!

Se quer preservar a ética, se não gosta de rolo
se um ilícito envolve um tesouro
        (CHAMA O MORO)
Chama o Moro, o independente!

Se o marido não está dando mais no couro                
Se desta flâmula roubaram o verde louro               
Se tem rolo até no abatedouro
           (CHAMA O MORO)
Chama o moro, o desarticulante!

Se o rotativo é motivo de choro           
Se o progresso não é duradouro        
       (CHAMA O MORO)
Chama o Moro, o chapa quente!

Se o Lula esconde o seu tesouro          
Se nem escapa quem nasce em berço de ouro
                   (CHAMA O MORO)
             Chama o Moro, o brilhante!

Se o dinheiro público vai para um sumidouro
Se a cobiça é um verdadeiro embarcadouro
Se a justiça não escolhe logradouro
                (CHAMA O MORO) 
        Chama o Moro, especialmente!

Se os cofres públicos são um sangradouro
Se quer minar a operação abafadouro
                  (CHAMA O MORO)
    Chama o Moro, de forma insistente!

Se acha a corrupção um desaforo
Se acha que não é coisa de calouro
            (CHAMA O MORO)
   Chama o Moro, o desconcertante!

Se busca um saidouro
Se não tem com a impunidade um namoro
                (CHAMA O MORO)
      Chama o Moro, no pelotão da frente!
        
Se quer um bom dia vindouro
Se está cansado de sugadouro
     (CHAMA O MORO)
Chama o Moro, o desafiante!

Se não quer deixar o Brasil num atoladouro
Se não quer para o futuro um mau ancoradouro
                     (CHAMA O MORO)
             Chama o Moro, o transformante!

Se os políticos e empresários estão roubando em coro
                           (CHAMA O MORO)
                 Chama o Moro aí, minha gente!

Se um traficante quer te vender um louro                 
Se está em falta o decoro
   (CHAMA O MORO)
Chama o Moro, o descontente!

Se não quer agarrar pelos chifres um touro               
Se quer por um bacana no xadrez, não perca a vez
                        (CHAMA O MORO)
                   Chama o Moro, de repente!

Se quer preservar a ética, se não gosta de rolo
se um ilícito envolve um tesouro
        (CHAMA O MORO)
Chama o Moro, o independente!

Se o marido não está dando mais no couro                
Se desta flâmula roubaram o verde louro               
Se tem rolo até no abatedouro
           (CHAMA O MORO)
 Chama o moro, o desarticulante!

Se o rotativo é motivo de choro           
Se o progresso não é duradouro        
          (CHAMA O MORO)
  Chama o Moro, o chapa quente!

Se o Lula esconde o seu tesouro          
Se nem escapa quem nasce em berço de ouro
                    (CHAMA O MORO)
              Chama o Moro, o brilhante!


Se o dinheiro público vai para um sumidouro
Se a cobiça é um verdadeiro embarcadouro
Se a justiça não escolhe logradouro
                (CHAMA O MORO) 
        Chama o Moro, especialmente!

Se os cofres públicos são um sangradouro
Se quer minar a operação abafadouro
                  (CHAMA O MORO)
       Chama o Moro, de forma insistente!

Se acha a corrupção um desaforo
Se acha que não é coisa de calouro
           (CHAMA O MORO)
 Chama o Moro, o desconcertante!

Se busca um saidouro
Se não tem com a impunidade um namoro
                  (CHAMA O MORO)
      Chama o Moro, no pelotão da frente!
        
Se quer um bom dia vindouro
Se está cansado de sugadouro
           (CHAMA O MORO)
  Chama o Moro, o desafiante!

Se não quer deixar o Brasil num atoladouro
Se não quer para o futuro um mau ancoradouro
                    (CHAMA O MORO)
           Chama o Moro, o transformante!

O MORO É DA PESADA
COM ELE NÃO TEM FURADA
TOPA QUALQUER PARADA
E NÃO LHE COBRA NADA

NÃO TEM MEDO DE LOBISOMEM
CHAMA O HOMEM
CHAMA EM CORO
CHAMA O MORO

NÃO ESQUEÇA A REGRA DE OURO, MEU IRMÃO!
CHAMA O MORO, RAPIDÃO!
        (Refrãos finais)

Nenhum comentário:

Postar um comentário