sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Sobre o suicídio

As religiões judaica e kardecista têm uma postura bastante DESUMANA em relação ao suicídio. Os judeus se recusam a enterrar um suicida. Por sua vez, os kardecistas afirmam que o suicida vai regredir na escala evolutiva, ou seja, que o suicida vai receber um espírito inferior quando se reencarnar novamente - a fim de que sofra, pratique a caridade e volte a trilhar num caminho de evolução. Antes de mais, devo ressalvar que não estou escrevendo este post a fim de incentivar o suicídio. Só um louco ou irresponsável o faria. Eu mesmo já tive razões de sobra para fazê-lo mas nunca tive coragem. O que eu quero, como já afirmei no início do post, é que o suicida não seja ainda mais punido depois de tirar sua própria vida, que seja tratado com compaixão, que tentemos compreender os motivos que o levaram a voltar contra si próprio - motivos estes que só o mesmo soube ou conheceu. COMPAIXÃO! COMPAIXÃO! E, antes de fechar o post, devo sugerir que todo ser humano receba uma educação adequada, EQUILIBRADA, e viva de forma digna ou confortável - para não darmos motivos para que ele tire a sua própria vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário